INTERLOGIS - Planejamento das Operações Logísticas

 

Frete Custo Motorista

Custo Frete - Motorista

Custo Frete item Motorista:


O custo do motorista é o maior custo fixo do frete e vem daí a sua relevância e motivo de um estudo bastante aprofundado. Com a Lei 12.619/10 que impõe alongamento de prazos de entrega e reajustes no frete seu peso passa a ser ainda maior.
Considerando que o custo frete é composto de Custos Fixos e Custos Variáveis, podemos avaliar o custo do motorista como fixo, variável ou misto:
  • Custo fixo = Quando o motorista é assalariado, ou seja, ganha por mês.
  • Custo variável = Se ela receber por viagem, ou entrega.
  • Custo Misto = Se ela receber uma parte do seu trabalho em salário e uma parte por viagem (ou entrega) realizada.

Nesta nossa publicação intitulada: Motorista: Cálculo dos custos de Mão de Obra do Motorista com encargos e benefícios; apresentamos o modelo de custos com variações de tipo de veículo que será operado e quais os modelos de carta para estas operações. No modelo de cálculo disponibilizado consideramos o motorista como custo fixo.
Só para um pequeno balanço, na nossa série de publicações relativas ao CUSTO FRETE, já elaboramos e disponibilizamos para o nosso público as seguintes Planilhas:
  • Custo Frete: item PNEU (transferências).
  • Custo Frete: item PNEU (distribuição urbana).
  • Custo Frete: item Combustível:
Sendo muito bem aceitas pelo nosso público. Sendo muito bem aceitas pelo nosso público.

Vejam, por exemplo, o comentário do Adelar Tonelli Menegazzi:


Boa noite. Continue com esse relevante trabalho em prol do País, sim, pois você não esta ajudando um determinado grupo de pessoas e sim tornar o Brasil melhor em vários sentidos. Pense nisso. Obrigado. Adelar

Ficam então faltando publicar, as seguintes planilhas:

  • Depreciação do Veículo: Conceito e Composição dos Custos;
  • Custo oportunidade: Faremos considerações sobre os custos oportunidades;
  • IPVA/Seguro Obrigatório: Taxas obrigatórias e sua contribuição nos fretes;
  • Seguro do Veículo: Considerações sobre os diferentes Seguros Envolvidos;
  • Manutenção Preventiva: Tipos e programas de Manutenção e Custos
  • Administração: Custos indiretos que devem ser cobertos pelo frete
  • Lavagem: Assepsia e custos da higienização das caçambas.
  • Óleo: Recomendações e Composição dos custos de combustível
  • Manutenção Corretiva: Recomendações e Composição dos custos

Esse conjunto de Planilhas servirá para a composição do Custo Total Frete. Colecione e compartilhe, essa é a nossa contribuição para competitividade dos nossos custos no mercado brasileiro.
Vale ressaltar o aspecto didático das publicações, pois na medida em que são publicadas, possibilita aos interessados estudarem o modelo de composição de custos do frete.

9 razões do por que remunerar melhor o motorista de caminhão.


"O dinheiro é a coisa mais inútil do mundo; não estou interessado nele, mas sim no que posso fazer pelo mundo com ele" Ford.

1. Quem paga melhor atraí os melhores profissionais

O principal desafio das transportadoras é entender o custo benefício de identificar e manter profissionais com competência diferenciada. Estamos vivendo um momento de carência de mão de obra de motorista. É fundamental manter os profissionais minimamente qualificados.

2. Possibilita melhor segurança nas estradas

Motoristas responsáveis valem mais. Evitam acidentes, garantem a entrega e um Nível de serviço satisfatório para as empresas. Um motorista negligente que motiva um acidente deixa para a empresa uma série de ônus que inicia com a imagem, mas podem gerar prejuízos financeiros e envolvimento em processos judiciais.

3. Responsável por um patrimônio enorme da empresa.

Considere que um caminhão é uma máquina de alto valor, e como tal deve ser cuidada com carinho. Melhores motoristas procuram operar dentro das melhores práticas. Respeitando limites de velocidade e as placas de sinalizações, assim como respeitar outros motoristas na estrada.
4. Garantia de um bom Nível de Serviço
Um indicador de Nível de Serviço importante é a entrega do produto certo, na quantidade certa, na hora certa e em perfeitas condições de utilização. Só um motorista bem preparado e bem remunerado pode atender as estes requisitos.

5. Contenção de talentos

Se o bom motorista não for bem remunerado e respeitado irá procurar outra transportadora que o remunere bem e o respeite. Quando falamos em talento não são somente executivos, mas também profissionais que estão na operação de entrega de suas mercadorias.

6. Profissionais melhores tomam decisões mais acertadas

Muitas vezes o motorista tem que tomar decisões. Seja no momento do embarque das mercadorias, na viagem ou na entrega, ele tem que cuidar das condições da carga.

7. Atraí profissionais de maior escolaridade

Com o avanço de a tecnologia embarcada saber dirigir será apenas parte da função do motorista. Ele irá precisar capacitar o motorista para operar sistemas de informação. Para isso irá necessitar de profissionais de melhor formação que só um melhor salário poderá atrair. Se a empresa quiser atrair profissionais com maior conhecimento e escolaridade deverá promover melhores condições de trabalho e salário.

8. Reduz o absenteísmo

O absenteísmo do motorista pode ser causado por doenças, por motivos familiares, motivos pessoais, dificuldades financeiras e de transporte, falta de motivação, atitudes impróprias da entidade patronal, etc. O absenteísmo revela aos responsáveis pelo transporte que o clima na estrada é desfavorável, ou seja, que as condições perturbam a camaradagem ao dirigir, que precisam de um tratamento mais humano ou que uma errada distribuição do trabalho que leva a uma excessiva carga laboral.

9. Aumento de motivação

A motivação busca alcançar determinada meta, para cujo alcance o ser humano gasta suas energias. Quando há elevada motivação entre os membros o clima motivacional se eleva e isto se traduz em relações de satisfação, de animação, interesse, colaboração entre outras coisas. Melhores salários faz parte do componente essencial para motivação profissional.